A reprovação em um concurso não pode fazer você desistir; veja como superar isso

24/07/2018 15:59 - Atualizado em 24/07/2018 19:24

As reprovações são muito comuns. Mas você deve aproveitar cada uma delas para se preparar melhor para a realização do sonho de conquistar um (Foto: Reprodução)

Antes de ser aprovado em um concurso difícil, muitos candidatos passam pela difícil reprovação. Em cada insucesso enfrentado durante essa jornada, alguns pensam em desistir. Foram tantas horas de estudo, tamanha abdicação da convivência familiar e social e tão alto investimento em taxas de inscrição e em livros, tudo sem sucesso, que alguns começam a acreditar que não são capazes de atingir de se tornar servidor público.

Apesar de todas as dificuldades que possam aparecer ao longo do caminho, não desista! Mantenha-se firme em seu projeto. Entre os atributos indispensáveis que devem ser presentes em um concurseiro durante a preparação para uma prova estão a persistência e a dedicação. 

Uma coisa é certa, o candidato a concurso sempre enfrentará obstáculos, mas não pode ficar paralisado ou simplesmente renunciar ao seu sonho de conquistar uma vaga no serviço público. O primeiro passo é adptar os seus métodos para corrigir falhas em sua forma de estudar. 

Apesar de todas essas – e outras – dificuldades, ele não desistiu. Manteve-se firme em seu projeto. E aqui abro parênteses: creio que a persistência e a dedicação são os mais indispensáveis atributos do concurseiro durante a preparação. O candidato a concurso sempre enfrentará obstáculos, mas não pode ficar paralisado ou simplesmente renunciar ao seu sonho.

No processo de estudo árduo que o projeto de passar em concurso exige, o esforço e a perseverança ajudam – e muito – a atingir os resultados esperados.

Converta a sua força de vontade em ações práticas. Faça um cronograma de estudos que contemple as disciplinas recorrentes nos concursos públicos em que você pretende concorrer. A revisão das matérias também pode ser seu aliado na hora da preparação. O ideal é que, a cada semana, o concurseiro destine um dia para rever os conteúdos estudados até ali.

A revisão é sempre cumulativa, e é indispensável que toda a matéria até então estudada seja revista antes do prosseguimento do estudo pelo candidato. Trata-se de um mecanismo de reforço do armazenamento na memória e de organização das informações em nosso cérebro. Aproveite para assistir videoaulas, ouvir audioaulas, praticar as respostas de concursos anteriores através de um banco de questões referentes às disciplinas exigidas nos editais dos certames, além de simulados que vão ajudar você a ter um melhor desempenho em qualquer concurso público do país.

O concurseiro precisa se familiarizar com a forma de abordagem dos temas e com os principais tópicos cobrados pelos examinadores. Esse conhecimento é capaz de aumentar o rendimento no dia da prova. O candidato não terá surpresas, já que terá conhecido com antecedência o modelo de questões do examinador.  

Além das reprovações em provas objetivas ou discursivas, também é comum que alguns candidatos sejam reprovados em provas práticas ou de aptidão física. Em um concurso da Polícia Militar, por exemplo, o candidato tem um desempenho excepcional na prova objetiva, mas é eliminado no TAF. Vem a fúria, o luto e o recomeço. As reprovações servem para nos ensinar lições importantes. A nós, cabe extrair esses ensinamentos e assimilá-los,para em seguida corrigir os rumos de nossos planos e continuar na “fila” até a aprovação – ou, melhor ainda, até as aprovações.

Se há uma certeza, é esta: muitos reprovarão, mas você, que acompanha o DOL Concursos, vai passar – e passar bem. Só não pode desistir. Afinal, quem desiste com facilidade não tem, mesmo, perfil para ser aprovado em concurso público.

Quer saber quais os certames mais procurados da atualidade e os salários dos cargos ofertados? Inscreva-se abaixo e receba a relação.

Faça parte dessa rede!

 

(Com informações do Manual do Servidor)

NOTÍCIASRELACIONADAS