Desistir dos estudos pode ser um grande erro, concurseiro! Saiba mais

20/08/2018 17:09 - Atualizado em 20/08/2018 17:09

Com atitudes objetivas, é possível corrigir esses erros e continuar a caminhada em busca do cargo público. (Foto: Reprodução)

Não há dúvidas: parar de estudar é o maior erro que um concursando pode cometer. Quando há desvios nas técnicas de estudos, nos materiais adquiridos ou na organização do tempo, sempre é possível retroceder, já que essas são situações sanáveis. Com atitudes objetivas, é possível corrigir esses erros e continuar a caminhada em busca do cargo público. 

Entretanto, quando o concursando para de estudar, esse grave erro acaba absorvendo todos os demais. É uma medida extrema, na maioria dos casos, decorrente de diversas situações com as quais o concursando não está conseguindo lidar e, em virtude disso, acaba “sepultando” o seu projeto de mudança de vida.

É comum vermos pessoas que param de estudar em virtude dos mais variados motivos. Seguem alguns exemplos:

- Param de estudar porque o edital está demorando demais;

- Param de estudar porque há notícias envolvendo a suspensão de concursos;

- Param de estudar porque não aguentam mais esperar a aprovação;

- Param de estudar porque estão cansadas;

- Param de estudar porque reprovaram em um concurso (ou em vários!);

- Param de estudar porque não aguentam mais a cobrança de terceiros;

- Param de estudar porque acham que concurso é só para gênios;

- Param de estudar porque terminaram o namoro;

- Param de estudar porque não têm muito tempo para isso.

Enfim, são inúmeros os motivos pelos quais diversos guerreiros têm abandonado a batalha. Esse é, sem dúvidas, omaior erro que um concursando pode cometer.

Ao analisarmos um pouco mais de perto essas “justificativas”, podemos fazer algumas ponderações que detalharemos a seguir.

PRIMEIRO: “Vou parar de estudar porque o edital está demorando demais” ou “vou parar de estudar porque há notícias envolvendo a suspensão de concursos” ou ainda, “vou parar de estudar porque não aguentam mais esperara aprovação”.

Parar de estudar não resolve problema algum. Na verdade, temos visto que essa decisão gera diversos outros problemas, especialmente a frustração decorrente do tempo perdido.

Aproveite essa “demora” no lançamento de alguns editais para se preparar melhor. Outra coisa, conduza sua jornada conforme o alvo que você possui. Não se desvie em virtude de notícias “bombásticas” do tipo “não haverá mais concursos”. Suspensão de concursos já houve diversas vezes, contudo, a máquina pública não parou. 

No passado, até houve um tempo maior para o lançamento de alguns editais, mas os concursos vieram. Imagina que situação ruim: você está estudando, mas decide parar porque não está ouvindo falar do “seu concurso” no momento. Passa-se um certo tempo, e você recebe a “boa” notícia de que o edital foi lançado ou iminente.

E aí? Marque a alternativa:

Alternativa “a” – você chora.

Alternativa “b” – você sai correndo.

Brincadeiras à parte, nós já vimos essa triste situação ocorrer com muita gente.

SEGUNDO: “Vou parar de estudar porque estou cansado (a)”.

O cansaço é uma constante em nossa vida. Se as nossas principais decisões dependerem da ausência dele, estaremos perdidos. Nós vivemos em uma sociedade bastante agitada. Estamos “na correria” o tempo todo. O cansaço faz parte da caminhada de todos os que alcançam grandes vitórias.

Lembre-se: quanto mais ousado for o seu projeto, maior deverá ser o seu investimento nele, sobretudo em relação a esforço e dedicação. Nessa linha, o cansaço será uma realidade com a qual você deverá saber lidar.

TERCEIRO: "Vou parar de estudar porque reprovei em um concurso público (ou em vários!)”; “vou parar de estudar porque não tenho muito tempo para isso”.

O dia em que o resultado final de grandes concursos é publicado pode ser chamado de “o Dia D”. Para os aprovados, representa a coroação de todo o esforço empreendido. A realização do sonho. Em relação aos que não alcançarama aprovação, esse dia representa rumos diferentes, digo isso porque: 

- Uns vão verificar os motivos pelos quais não foi possível alcançar a aprovação e irão mudar a estratégia dali em diante;

- Outros vão encontrar diversas justificativas para desistir do projeto.

Em qual grupo você se encaixa?

Parar é a decisão mais cômoda. É a decisão mais fácil. É a que requer menos esforço. E sempre haverá “boas” justificativas. Mas, também, parar de estudar custará bem caro. Não falamos apenas das finanças, mas, principalmente, do tempo perdido. Esse não tem como recuperar.

Se você estava pensando em parar de estudar, delete agora mesmo essa ideia. Se você parou, hoje é o dia para você retomar a caminhada. Não é amanhã ou semana que vem. Decida hoje mesmo voltar. Faça isso e continue em busca de seu sonho.

Comece hoje mesmo a sua preparação para qualquer concurso público no país. Através de uma plataforma online, você poderá assistir videoaulas, ouvir audioaulas, estudar através de materiais em PDF, ter acesso a simulados e banco de questões para treinar seus conhecimentos e garantir bons resultados em qualquer prova de certame em todo o Brassil. Não deixe essa oportunidade passar!

 

(Com informações do Guia de Sobrevivência do Concursando)

NOTÍCIASRELACIONADAS