Mais da metade dos empregadores brasileiros exige fluência no segundo idioma

16/09/2018 15:44 - Atualizado em 16/09/2018 16:20

(Foto: Reprodução)

Um estudo realizado este ano revelou que mais da metade dos empregadores brasileiros (51%) exige fluência no segundo idioma. Os dados são do Índice de Confiança Robert Half (ICRH), que revela as perspectivas de contratação e expectativas atuais do mercado de trabalho para os próximos seis meses.

De acordo com o levantamento, a preferência permanece pelo inglês (51%), seguida do espanhol (24%) e francês (5%). Os idiomas alemão e mandarim estão empatados na quarta colocação.

Em contrapartida, 40% dos desempregados declararam não possuir qualquer habilidade no segundo idioma. Já por parte dos empregados, o percentual é menor, com 34%.

O ICRH é um estudo conhecido por monitorar o “sentimento” dos profissionais empregados, desempregados e recrutadores em relação à atual situação do mercado de trabalho e economia.

(Com informações de Estadão)

NOTÍCIASRELACIONADAS