Quer saber porque concurso público pode ser um excelente negócio? O DOL te mostra!

24/10/2018 16:46 - Atualizado em 24/10/2018 16:46

Fazer um bom investimento em uma boa preparação é essencial para garantir a tão sonhada carreira pública. (Foto: Reprodução)

Quando se trata de decidir se é melhor empreender, qualificar-se para conquistar um bom emprego na iniciativa privada ou preparar-se para o ingresso na carreira pública, não há consenso. Para dúvidas como essas, há bicolores e remistas, colorados e gremistas, são-paulinos e corintianos, todos eles com argumentos razoáveis para defender cada um a sua preferência.

Neste texto, vamos expor alguns dados que tornarão você, concurseiro, mais apto a analisar, julgar e decidir por si mesmo se vale ou não a pena investir em uma boa preparação para ingressar na carreira pública.

Imagina-se que quem decide concorrer a um cargo público tenha descoberto a vocação para servir; tenha enxergado em si atributos, talentos e valores voltados à satisfação do bem comum, ao interesse coletivo e ao progresso do País. Em geral, essa pessoa não é alguém que pretende ficar milionário. Na verdade, é um cidadão que não só almeja uma vida confortável, uma carreira estável e algum status e prestígio, mas também almeja o poder para lutar por uma administraçãopública baseada em valores éticos e mais efetiva, eficiente e eficaz. É alguém que sonha com serviços públicos prestados por profissionais comprometidos com a satisfação das necessidades do cidadão-cliente.

Os servidores que atuam em órgãos públicos, autarquias ou fundações públicas federais são regidos pelo Regime Jurídico Único dos Servidores Públicos Civis da União – Lei n. 8.112/1990. Portanto, quem pretende concorrer a uma dessas vagas sabe que fará jus a mais de cinquenta direitos, vantagens e benefícios, entre indenizações (4), gratificações e adicionais (7), férias e afastamentos (11), licenças (13), ausências remuneradas (3), direito de petição, benefíciospara si e seus dependentes (12) e direitos sociais constitucionais pagos ao trabalhador comum e extensivos aos servidores (16). 

O servidor público tem, sim, muitas vantagens e direitos, mas também muitos deveres, proibições e responsabilidades. Quanto maior o poder, maior a responsabilidade e a obrigação de prestar contas. Felizmente, tamanha responsabilidade é retribuída à altura. O ganho dos servidores que estão no topo da pirâmide hierárquica é quatro vezes maior do que a média paga na iniciativa privada para profissionais de formação e função semelhantes. A título de exemplo,um diretor da Ambev, que segue uma rotina intensa e estressante de trabalho e detém grandes responsabilidades – mas nenhuma estabilidade –, chega a ganhar menos do que um auditor-fiscal da Receita Federal.

Sem dúvidas, a remuneração é um fator importante a ser considerado na hora de escolher a carreira pública. Se o governo oferece vencimentos interessantes, é porque pretende atrair e reter os melhores talentos. Aliás, eis aí algo de que nosso país precisa agora mais do que nunca, se quiser dar os primeiros passos para fora da crise que se instaurou por aqui nos últimos anos. Essas remunerações são justas e mais do que merecidas, desde que o servidor esteja, de fato, empenhado em sua missão de trabalhar em prol da sociedade.

O serviço público é um ótimo negócio. Para se ter ideia, das dez categorias profissionais mais bem pagas do Brasil, seis compõem a chamada elite do funcionalismo público, e uma delas é de concessão pública – ou seja, não é considerada nem pública, nem privada. Além disso, as carreiras públicas não impõem, como requisitos para ingresso e posse nos cargos, nem experiência, nem boa aparência, nem títulos específicos. Tampouco espera-se que os candidatos a uma vaga no serviço público residam em local próximo ao futuro trabalho, por exemplo. Nada disso. Por outro lado, exige-se do concursando muitavontade de ser aprovado e muito sacrifício, o suficiente para que ele abra mão de alguns prazeres e organize bem o tempo na agenda para a rotina de operário do estudo. A aprovação é mérito pessoal do candidato e advém de preparação adequada, de merecimento, de alguma inspiração e de muita transpiração.

Não há dúvidas de que prestar concurso público é um excelente negócio. Se você, amigo leitor, candidato, concurseiro, também se convenceu disso com base em tudo o que falamos aqui, continue firme em seu projeto de mudança de vida. O investimento na preparação representará uma fração mínima do valor do seu primeiro contracheque, depois que você já estiver empossado no cargo dos seus sonhos. 

Quer ficar por dentro de tudo que rola nos maiores e melhores concursos de todo o Brasil? O DOL concursos vai te deixar atualizado. Nós separamos uma excelente plataforma digital que vai ajudar você na sua tão sonhada aprovação nos certames mais concorridos, estude onde e a hora que quiser. Confira agora mesmo!  

(Com informações do Manual do Servidor) 

 

NOTÍCIASRELACIONADAS