Edital INSS 2018 com oferta de 7.888 vagas; de até R$10.616,14! Segue em análise!

15/11/2018 08:09 - Atualizado em 15/11/2018 08:40

(Foto: Divulgação/INSS)

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é grande a expectativa pela divulgação do edital de abertura de novo certame, tudo indica que em breve que o documento será divulgado. Na última segunda-feira, 05 de novembro, o presidente do INSS, Edison Garcia, afirmou que no momento ainda não tem uma posição do governo a respeito da autorização do concurso, mas revelou que espera que o pedido seja atendido em 2019.

Os representantes da Fenasps realizaram uma reunião no final do mês de setembro com o presidente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), com objetivo de esclarecer as condições de trabalho dos servidores e aproveitou a oportunidade para discutir sobre a realização do certame do órgão. Porém, ficou decidido que a Federação vai até o Tribunal de Contas da União (TCU) por uma autorização do concurso INSS.

Segundo informações do secretário de Administração da Fenasps, Moacir Lopes, presente na reunião, com o presidente do INSS afirmou que a realização do novo concurso já está na pauta da presidência. Lopes, informou ainda que as vagas seriam destinadas às agências que apresentam um déficit maior de servidores. O pedido de abertura segue aguardando votação e que ainda não há informações de quando vai ser realizada. Essa votação é destinada para liberação de verbas orçamentárias para realização da seleção.

O Ministério do Planejamento também ressaltou que no documento que embora o Governo Federal enfrente um período de ajuste fiscal, o INSS vem sendo contemplado nos últimos anos com autorizações de concursos públicos e provimentos. Entre o período de 2013 e 2017, foram autorizados 5.100 vagas, sendo 2.350 em 2013, 700 em 2014, 1.100 em 2015, 450 em 2016 e 500 em 2017”, informa o Planejamento.

Acompanhe também!

De acordo o INSS, o órgão foi o que mais sofreu com saída de servidores em 2018. Já foram quase 1.700 servidores que deixaram o instituto este ano. O sindicato deixa claro a necessidade do certame por conta do déficit de pessoal e o Ministério do Planejamento não descartou a autorização do concurso neste ano. No entanto, a pasta afirmou que que para cumprir as metas estabelecidas pela Emenda dos Gastos Públicos n°95, a seleção poderia ficar para o novo governo, a partir de 2019. A informação foi dada pelo diretor do Departamento de Relações de Trabalho no Serviço Público, Paulo Campolina.

(DOL Concursos)

NOTÍCIASRELACIONADAS