DOL - Diário Online - Portal de Notícias

PROMOÇÕES

DOLENQUETE

Mais enquetes

CHARGE DO DIA

TUÉDOIDÉ

CONTEÚDOPATROCINADO

MAISACESSADAS

Vai fazer a prova da PRF? Confira as dicas para manter o controle antes e durante o exame

01/02/2019 15:08 - Atualizado em 01/02/2019 16:07

Manter a calma ao longo da jornada de preparação é fundamental para se dar na hora da prova do concurso. (Foto: Reprodução)

Um dos fatores que mais impede a concentração e o raciocínio dos candidatos está relacionado ao mal-estar emocional. Com a falta de controle da ansiedade, os concurseiros acabam perdendo a sua capacidade máxima para responder às perguntas do certame. A primeira etapa do concurso da Polícia Rodoviária Federal está chegando e, alem de manter uma boa rotina de estudos nessa reta final, é importante dar atenção ao lado emocional. 

Apesar de não parecer ter muito sentido, o nervosismo pode ser saudável, já que a ansiedade pode ajudar a motivar o candidato e tirá-lo de sua zona de conforto. 

Quer manter a calma nos estudos e na hora da prova? Veja a seguir algumas dicas fundamentais para ajudá-lo a controlar a ansiedade e garantir os melhores resultados no certame: 

1. Aprenda a fazer exercícios de respiração 

Um método simples para relaxar antes e durante a prova é aprender a controlar a sua respiração. “Quando estamos ansiosos, respiramos mais rapidamente, o que comunica ao nosso cérebro que estamos em perigo”, explica a professora de concurso Rachel Almeida . “Diminuir o ritmo acalma o organismo”, complementa. 
Outra técnica sugerida é expirar no dobro do tempo da inspiração. Se você puxar o ar para dentro por 3 segundos, por exemplo, solte-o em 6.

2. Faça o máximo possível de simulações da prova

Uma tática adotada por alguns candidatos é prestar concursos diversos, mesmo que sejam para vagas aparentemente desinteressantes. A aprovação em qualquer exame, ainda que seja para um emprego que você não deseja assumir, eleva a sua autoestima e neutraliza a crença de que estar entre os classificados é impossível.

Pelo mesmo motivo é importante fazer a maior quantidade possível de exercícios e simulados. “Quando começar a prova, diga para si mesmo ‘Este é apenas mais um exercício de tantos outros que já fiz, ou seja, não é nada demais”, diz a psicóloga e coach especializada em concursos públicos, Renata Xisto.

3. Seja gentil consigo mesmo 

Bem-estar físico e mental estão inevitavelmente entrelaçados. Por essa razão, o equilíbrio emocional depende de cuidados constantes com o corpo. Segundo Rachel, boas noites de sono e atividades físicas regulares ajudam a regular os níveis de cortisol, hormônio relacionado aos níveis de estresse e ansiedade. 

Exercitar o corpo também ajuda nos estudos: um estudo da University of Illinois mostra que a prática aeróbica desenvolve partes do cérebro ligadas à atenção e à memória.

Ser gentil consigo mesmo não significa apenas cuidar do corpo: também é preciso manter uma postura mental paciente e generosa. O primeiro passo para manter uma boa relação com o corpo e a mente é não ser rígido consigo mesmo. Antes de qualquer coisa, reconheça as suas pequenas vitórias e saiba persistir de forma otimista.

4. Alinhe expectativas com familiares e amigos

Nem sempre os familiares e amigos compreendem a necessidade do número de horas dedicadas diariamente aos estudos, o que acaba fazendo com que o candidato abdique da vida familiar e, em alguns casos, do próprio emprego para se dedicar aos estudos. 

Para não sucumbir à incompreensão dos demais, é importante chamá-los para uma conversa franca e clara. Em muitos casos, você só terá paz depois que as pessoas à sua volta finalmente entenderem o seu ponto de vista e passarem a respeitá-lo.

5. Não abdique do prazer

A rotina de um concurseiro é difícil e provavelmente exigirá sacrifícios. Isso não significa, porém, que você deva impor privações absolutas à sua vida – ainda mais se for daquilo que lhe faz bem.

A prova da PRF já está na porta e, com certeza, você já deve ter se preparado ao máximo. Então, esse momento antes da prova pode ser um bom momento para você relaxar um pouco. Você gosta de filmes? Tente se organizar para assistir a pelo menos um ou dois durante os próximos dias. Os momentos de prazer e relaxamento são fundamentais para aliviar a pressão e não entrar em desespero durante os dias que antecedem a prova.  

6. Lembre-se de que “existe vida após a prova”

Uma fonte comum de sofrimento desnecessário é a falsa ideia de que a reprovação significa fracasso completo. A sua felicidade não pode depender de uma prova. 
Caso o resultado não seja como o esperado, acredite que a vida segue. Outros concursos virão e você será aprovado quando estiver pronto. Tudo se torna mais leve quando você tem consciência das dificuldades enfrentadas até chegar à prova. Não deixe que um mau resultado se torne seu inimigo. 

E aí, concurseiro, gostou das nossas dicas? 

(Com informações do Exame)

NOTÍCIASRELACIONADAS