Estudantes podem viabilizar seu curso com o Fies

08/02/2019 09:11 - Atualizado em 08/02/2019 09:12

Pode solicitar o financiamento qualquer estudante que tenha feito o Enem a partir de 2010 (Foto: Agência Brasil)

Alunos que desejam ingressar em uma universidade particular, ou que já estejam matriculados em uma, podem recorrer ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do Ministério da Educação. O Fies se destina a financiar cursos superiores não gratuitos e oferece diferentes modalidades, de acordo com a renda familiar. Além das 100 mil vagas, para alunos cuja renda familiar bruta mensal por pessoa não ultrapasse três salários mínimos, o programa destina aproximadamente 450 mil vagas ao P-Fies para estudantes cuja renda familiar bruta mensal por pessoa não exceda cinco salários mínimos.

Qualquer estudante que tenha feito alguma edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010 pode requerer o financiamento, desde que tenha feito, no mínimo, 450 pontos na média das notas das provas do exame e não tenha zerado a redação. Em 2019, os interessados em obter financiamento estudantil pelo Fies podem contar com a garantia de percentual de financiamento mínimo de 50% do curso escolhido, desde que o limite financiável não passe de R$ 42.983,70 por semestre.

ACESSO

O aluno que fez o Enem e atende aos pré-requisitos precisa acessar a página oficial do Fies entre os dias 7 e 14 de fevereiro e fazer o cadastro, informando o número de CPF, data de nascimento, e-mail e senha. Ele receberá no e-mail informado o link para ativação do cadastro. Uma vez ativado o cadastro, o aluno deve acessar o sistema, preencher os dados requeridos e indicar até 3 opções de cursos dentre aqueles disponíveis.

Em 25 de fevereiro, será divulgado o resultado dos candidatos pré-selecionados nas modalidades Fies e P-Fies. Os estudantes pré-selecionados na modalidade Fies deverão acessar o sistema, no período de 26 de fevereiro a 7 de março, e realizar a complementação das informações, com os dados necessários para a contratação do financiamento estudantil.

Após a complementação das informações, o estudante terá cinco dias para comparecer à Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da instituição na qual foi pré-selecionado. A partir do terceiro dia útil após a validação da inscrição pela CPSA, o aluno deve se dirigir ao banco para contratação do financiamento. No caso do Fies, somente a

Caixa Econômica Federal está apta a formalizar o financiamento.
No P-Fies, o estudante pré-selecionado deverá comparecer à instituição para validação das informações prestadas na inscrição. Em seguida, deverá formalizar a contratação do financiamento junto às instituições financeiras participantes.

COMO SE INSCREVER 

As inscrições para o Fies foram abertas ontem (7), e vão até o próximo dia 14. O resultado pode ser conferido pelos estudantes a partir de 25 de fevereiro. A complementação da inscrição (modalidade Fies) poderá ser feita de 26 de fevereiro a 7 de março. A convocação dos estudantes em lista de espera ocorrerá entre os dias 27 de fevereiro e 10 de abril.

No caso dos estudantes que tiveram a inscrição postergada para o primeiro semestre de 2019, a complementação das informações deverá ser realizada entre 28 de fevereiro e 11 de março.

(Com informações do Ministério da Educação)

NOTÍCIASRELACIONADAS