DOL - Diário Online - Portal de Notícias

PROMOÇÕES

DOLENQUETE

Mais enquetes

CHARGE DO DIA

TUÉDOIDÉ

CONTEÚDOPATROCINADO

MAISACESSADAS

Está se preparando para o Enem? Veja como turbinar seu cérebro para as provas

24/05/2019 13:06 - Atualizado em 24/05/2019 14:32

(Foto: Reprodução)

No dia 24 de maio, é comemorado o Dia do Vestibulando. Esse é o momento de lembrar que estamos em plena época de preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Diante de tanta concorrência, o segredo é se destacar entre os demais.

Uma boa dica para os estudantes é a chamada ginástica para o cérebro. A estimulação cognitiva é capaz de desenvolver habilidades como concentração, memória, raciocínio lógico e atenção; essenciais para a boa execução de provas. A partir de atividades variadas, novas e com grau de desafio crescente, os alunos são capazes de solucionar questões de maneira mais rápida.

O método de ginástica para o cérebro é fundamentado no conceito de neuroplasticidade, ou seja, a capacidade do sistema nervoso de modificar sua estrutura por meio de estímulos e de fortalecer as principais conexões neuronais do cérebro; desenvolvendo habilidades cognitivas.

“Com a prática de exercícios que estimulam o cérebro, aumentamos a reserva cognitiva porque estimulamos a construção de sinapses e a qualidade das conexões, potencializando assim habilidades como memória, concentração, raciocínio e criatividade”, diz Solange Jacob, Diretora Acadêmica de uma rede de escolas de ginástica para o cérebro.

As ferramentas utilizadas são lúdicas, como a prática do ábaco; principal ferramenta utilizada para desenvolver a atenção. Além dos jogos educativos de tabuleiro e online, as apostilas de raciocínio lógico, as neuróbicas e as dinâmicas em grupo; essenciais para desenvolver habilidades cognitivas e também socioemocionais, como autoestima, autocontrole, organização, regulação emocional e agilidade na tomada de decisões.

Leia mais:

“Por meio dos exercícios, consegui desenvolver habilidades que me ajudaram a passar em dois vestibulares para medicina, motivo pelo qual comecei o curso. Várias questões do ENEM que fiz eram semelhantes com as da apostila e em alguns temas de redação, consegui relacionar assuntos explicados em aula, o que me ajudou a melhorar minhas notas”, diz a estudante Rafaela Bortolini.

Sabemos que as horas de estudo são essenciais para bons resultados nas questões das mais variadas matérias exigidas no exame. Porém, desenvolver nossas habilidades para essas questões também é essencial. “Desenvolvi minhas habilidades cognitivas e superei meus limites, pois percebi que posso ir muito além do que imagino. Como vestibulanda, consegui melhorar o raciocínio lógico, a concentração e tenho mais facilidade para absorver o conteúdo. Foi assim que conquistei uma vaga na UEMG, no curso de Direito”, comenta a estudante Bárbara Maranduba.

(Com informações da Assessoria) 

NOTÍCIASRELACIONADAS